Tronco E1 ou Número DiD, qual o melhor? Entenda as Diferenças!

Quando devo optar por um por outro?


Esse é um dos pontos recorrentes em nossas interações com clientes e usuários de sistemas de telefonia. Suscita muitas dúvidas e questionamentos, um tronco E1 é um feixe de linhas que podem chegar até 30 baseados em um mesmo conjunto de números, o DiD é apenas 1 número, com possibilidade de diversos canais. Qual é o melhor?





Os troncos E1, tradicionais e disponíveis em larga escala no mercado, podem ter até 30 canais, consequentemente e traduzindo, teremos 30 linhas com 01 canal cada, perfeito para aplicações como DDR (Discagem Direta Ramal). Apesar de todo esse avanço as chamadas continuam sendo analógicas/digitalizadas e há a necessidade de um meio físico/dispositivos Gateaway, Pabx ou a junção de ambos para funcionamento dessas linhas e claro os telefones que podem ser mesclados, telefones analógicos e digitais para que se faça a distribuição dessas 30 linhas em sua empresa. A quantidade de ramais possíveis é definida pela quantidade de linhas e troncos. No geral cada linha pode ter até 03 ramais, desde que todos não utilizem o telefone ao mesmo tempo.

A taxa de transmissão dos canais do tronco E1 é de exatamente 2.048 mbps.



Os números DiD ou Direct Inward Dialing - Discagem Direta Interna ou para Dentro.

Diferentemente do E1 não estão diretamente ligados à um ambiente físico, são linhas virtuais e um detalhe, pode-se portar linhas tradicionais.

Vamos às características:


A forma como esse está vinculado a seu sistema é diferente, os canais são disponibilizados através dos ramais, ou seja vamos obtendo acessos de saída e de entrada com adição de ramais que utilizam o DiD como portador da comunicação transformada em dados. Nesse caso as chamadas são 100% digitais e transformadas em analógicas para que possamos fazer e receber as chamadas, por isso da necessidade de aparelhos especiais (protocolo Sip) para transformar dados em voz e vice-versa.

Resumindo com 01 DiD no geral pode-se ter até 200 ramais.

Para sua empresa essa denominação, pode parecer transparente, mas modifica completamente os cenários de implantação e utilização.


E1 - Analógico Digitalizado.


DiD - Digital nativo e para nossa utilização os telefones, aplicativos softphone Sip, convertem o sinal Digital, para analógico. Lembrando que nós humanos somos analógicos.


Qual oferece melhor desempenho?


fonte: https://www.resilienciamag.com/caminhos-faceis-nos-corrompem-caminhos-dificeis-nos-fortalecem/

Ambos são ótimos caminhos, porém, com aplicações e usos completamente diferentes, apesar de que a principio imagina-se apenas falar, porém atualmente, pulamos essa barreira. Explicando e exemplificando:


- Identificador de Chamadas - Básico no IP/DiD, no Tronco E1 é necessário um hardware e software para isso.

- Relatório de Chamadas - Básico no IP/DiD, no Tronco E1 é necessário um hardware e software especifico.

- Gravação de Chamadas - Básico no IP/DiD, no Tronco E1 é necessário um hardware e software especifico.

- URA - Unidade de Resposta Audível - Basico No IP/DiD, no Tronco E1, é necessário um hardware e software especifico.

- Ramal Móvel - Básico no IP/DiD e mais fácil ainda se for em Nuvem, no Tronco E1, é necessário...............................................

- Integração com Whatsapp - Sua empresa certamente, utiliza essa ferramenta para comunicação com o mercado, porém e talvez sua central telefônica não esteja integrada a essa ferramenta, caso seja IP e sobretudo Nuvem, poderá ter essa integração e compartilhamento de informações com diversos setores de sua empresa. Central Telefonica com tronco E1......................................................


- Integrações com CRM e outras aplicações, Básico no Sip/DiD, no Tronco E1, são necessários hardware, software e programador experiente.....................


- Planos de Discagem, Possível No Sip e Nuvem, no Tronco E1, as rotas e saídas já estão definidos, pode-se ter hardwares e softwares que definam melhores rotas de saída e a utilização de Placas Celular dos anos 90.

Estamos em um novo momento em que talvez algumas facilidades apresentadas a vc, pareçam desnecessárias, uma vez que o tradicional em uma central telefônica Privada (PBX) sempre foi apenas a função de conduzir e agregar num único equipamento as comunicações de voz de sua empresa, ou seja o ramal 1, fala com o ramal 2, o ramal 3 recebe uma chamada externa e o ramal 4 efetua uma chamada externa. Os troncos E1 cumpriram e cumprem uma função importante, mas certamente atualmente, há outras possibilidades a serem consideradas e com maior evolução tecnológica.


Vivemos o momento do tratamento da informação não apenas para comunicação, mas para análise e em alguns casos correção de rota de seu negócio e empresa. Sua central telefônica, pode, ser um ponto forte ou fraco em sua matriz de Swot, depende a forma como vc trata a comunicação em sua empresa.

Para navegar no "Oceano Azul", são necessários muitas estratégias para seu negócio, utilize sua comunicação como aliada para essa navegação, facilite o contato de seu empresa com o mundo e mensure as ações, sua central telefônica IP, certamente irá auxiliar.


Vamos conversar!



16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo